Artigos

Os benefícios da acupuntura

Os benefícios da acupuntura

A Acupuntura e os seus benefícios

 

São muitas as pessoas que recebo em consulta e que me falam do medo da Acupuntura, e da quantidade de gente que se sente tentada a experimentar mas que quando percebe que este método utiliza agulhas, fica um pouco reticente e acaba por desistir da ideia. Na verdade este é um tratamento praticamente indolor e que pode ajudar a melhorar a saúde e a qualidade de vida, pelo que é importante que seja desmistificado. A Acupuntura é uma técnica de intervenção terapêutica da Medicina Tradicional Chinesa (MTC), da qual se encontram registos na cultura chinesa desde 3100 AC, mas que nas últimas décadas ganhou mais e mais adeptos no mundo ocidental, sobretudo quando algumas figuras públicas de Hollywood e do meio desportivo internacional demonstraram através das suas redes sociais serem fãs.

Acontece que, sob o ponto de vista da Medicina Tradicional Chinesa, se uma pessoa está doente, significa que o organismo está em desequilíbrio, sendo que a aplicação de agulhas em pontos específicos do corpo, os chamados pontos de Acupuntura, tem como objetivo estimular o organismo para que este volte a funcionar corretamente e de forma equilibrada.

A introdução das agulhas nesses pontos do corpo vai fazer com que exista uma libertação de várias substâncias no organismo, substâncias essas que resultam num aumento da circulação nessa zona,  representando uma melhoria da oxigenação e do aporte de nutrientes aos tecidos e que têm também um efeito analgésico e/ou anti-inflamatório.

É devido à sua eficácia no tratamento da dor que a Acupuntura é muito conhecida, mas não só, esta é uma técnica que tem vindo a conquistar cada vez mais seguidores devido aos seus benefícios ao nível de vários problemas de saúde. Estas são algumas das patologias em que esta prática pode ajudar:

  • Doenças neurológicas: enxaquecas e dores de cabeça;
  • Distúrbios de sono: insónias;
  • Distúrbios emocionais: depressão, ansiedade, stresse;
  • Doenças respiratórias: asma, bronquite, rinite, sinusite;
  • Problemas digestivos;
  • Alergias;
  • Quimioterapia e radioterapia;
  • Menopausa;
  • Infertilidade.

São utilizadas apenas agulhas?

Não, para além das agulhas, por vezes a Acupuntura utiliza também outros recursos para potenciar o seu efeito, como por exemplo a moxabustão, que consiste no aquecimento dos pontos em que as agulhas são introduzidas, através da queima da moxa, uma substância à base da erva “Artemisia Sinensis”. Este aquecimento das zonas a tratar promove a vasodilatação e o relaxamento muscular. Para além disso, pode ainda ser usada a acupressão (pressão dos dedos), a massagem Tui Na e o complemento da fitoterapia

Quem pode fazer Acupuntura?

Não existem contra indicações, qualquer pessoa, em qualquer idade pode ser tratado com Acupuntura, quer esteja ou não doente, exceto pacientes com infeções cutâneas no local dos pontos de acupuntura. Mas mesmo durante a gravidez, não existem quaisquer problemas em realizar este tratamento, muito pelo contrário, é benéfico, pois reduz as variações hormonais comuns neste período, alivia dores e desconforto. No caso dos mais pequenos, que geralmente têm medo de agulhas, pode-se utilizar também sem qualquer problema em zonas específicas com massagem e/ou laser. É importante que as pessoas saibam que as agulhas de acupunctura não são agulhas normais, são muito mais finas, logo, praticamente impercetíveis. 

O que esperar de uma primeira consulta?

Numa primeira consulta é realizado o diagnóstico através de métodos de diagnóstico próprios da MTC como a medição do pulso ou a observação da língua. Para que este seja conclusivo, normalmente são colocadas questões relativas a aspetos da condição que motivou a consulta e do dia-a-dia do paciente, como por exemplo os seus hábitos alimentares, hábitos de sono e estilo de vida. 

Como funciona uma sessão de Acupuntura?

Depois de uma prévia consulta de avaliação, o terapeuta seleciona quais os pontos onde irá aplicar as agulhas descartáveis durante 20 a 25 minutos. Depois, são retiradas. Após este momento, podem ser efetuados outros tratamentos complementares consoante o diagnóstico da pessoa.

Qual a frequência dos tratamentos?

Normalmente prescrevem-se uma a duas sessões de Acupuntura por semana, no entanto, isto varia muito de pessoa para pessoa, consoante o seu estado clínico. Na maioria dos casos é indicado realizar entre cinco a dez sessões mas em certas patologias com duas sessões a pessoa fica bem. Os resultados também dependem de cada paciente, alguns sentem melhorias logo a partir da primeira sessão, outros necessitam de mais algumas para se sentirem melhor.

 

Artigo escrito por Helder Flor especialista em Medicina Tradicional Chinesa