Imprensa

Acupuntura e fisioterapia nas lesões desportivas

Acupuntura e fisioterapia nas lesões desportivas
Talvez por ter retomado uma vida mais activa, a preocupação com lesões aumentou. Nem sempre tenho tempo para um aquecimento adequado ou um período de recuperação o que me traz normalmente uma sensação de incómodo e principalmente uma preocupação tardia. A verdade é que neste campo, e do que ouço, a acupuntura e fisioterapia são verdadeiros aliados no combate a lesões.A acupuntura e a fisioterapia cruzam-se no caminho para o equilíbrio entre a designada medicina alternativa e a tradicional. É uma abordagem diferenciadora e estudos científicos apresentam resultados positivos no tratamento de lesões desportivas. “A acupuntura no desporto tem-se demonstrado benéfica em diversificados campos, no sentido de acelerar a recuperação muscular, tratamento e prevenção de lesões e diminuição da dor.”, reforça o especialista Hélder Flor
 
A combinação destas duas técnicas pode ser a resposta certa, uma vez que a fisioterapia ajuda na reabilitação de lesões desportivas e dores articulares. Por sua vez, segundo um estudo publicado no The Journal of Alternative and Complementary Medicine, a acupuntura fornece aos desportistas a tranquilidade necessária antes das provas, a melhoria da qualidade do sono e do sistema imunitário e na aceleração do tempo de recuperação. 
 
A fisioterapia atua na identificação, prevenção, recuperação e reabilitação de incapacidades originadas por diversos tipos de disfunções, a acupuntura – uma das técnicas da Medicina Tradicional Chinesa – tem como objetivo reequilibrar a energia do organismo. Esta, estimula ainda a circulação sanguínea e através da inserção de agulhas nos chamados pontos de acupuntura, levando ao equilíbrio do sistema imunitário e nervoso. 
 
Atualmente, muitos atletas profissionais utilizam a acupuntura no desporto, fazendo desta técnica um complemento do processo de treino, para terem uma melhor recuperação e estarem em melhores condições para os treinos seguintes. Conciliar esta técnica, previne também o “overtraining”, alivia a dor na fase aguda de lesão e mantém altos os níveis de motivação tanto em treino como em competição, diminuindo por sua vez o stress e bloqueios que possam existir durante as competições. 
 
O especialista Hélder Flor, reforça esta ideia de complementaridade: “a maior parte das pessoas que recorre à medicina alternativa não está insatisfeita com a medicina convencional”. Nas Clínicas Hélder Flor é frequente utilizar estas duas técnicas em conjunto, tendo em conta os benefícios que esta dupla fornece aos pacientes.
 
Por isso, já sabem ... se algo acontecer tratem a dôr nas Clínicas Hélder Flor :D
 
Artigo publicado por Sonia S. no site www.justwoman.pt: